AO NORTE . Associação de Produção e Animação Audiovisual

FOTOGRAFIA . AO NORTE

fotografia

Oficina
de Fotografia

Através de iniciativas de cariz formativo e de divulgação, a Oficina de Fotografia da AO NORTE - Associação de Produção e Animação Audiovisual procurará explorar as potencialidades da arte fotográfica enquanto veículo de expressão pessoal e instrumento de preservação da identidade cultural.

Após algumas incursões no mundo da Fotografia – nomeadamente, através da exibição pontual de exposições no âmbito dos Encontros de Viana e na galeria espaço AO NORTE - a Associação envereda agora por um caminho mais estruturante, que se pretende de abertura e colaboração permanente com outras instituições e agentes locais da criação e divulgação fotográfica.

OBJECTIVOS

• DIVULGAÇÃO

A atividade da Oficina de Fotografia passa pela organização de exposições e mostras de trabalhos fotográficos, numa lógica de ampla reflexão, experiência e crítica sobre o papel da Fotografia na sociedade contemporânea;

• FORMAÇÃO

Mediante a realização de workshops, cursos e ações de formação, a Oficina de Fotografia pretende exercer uma função pedagógica em relação à compreensão e ao domínio técnico das variadas linguagens fotográficas, sem esquecer as inovações tecnológicas introduzidas pela era digital;

• INTERVENÇÃO

A Oficina de Fotografia procura ainda caracterizar-se por uma diferente abordagem na forma de apresentar a Fotografia, tentando inovar na utilização e aproveitamento dos espaços urbanos, nos métodos expositivos e na promoção do debate e da sensibilização para questões sociais de relevo.

Coordenador

João Gigante

João Gigante

João Gigante, 1986, natural de Viana do Castelo, é licenciado em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes do Porto e realizou o Mestrado em Comunicação Audiovisual (Fotografia e Cinema Documental) na Escola Superior de Música, Artes eEspetáculo do Instituto Politécnico do Porto. Mantém o seu percurso entre a prática das artes plásticas, tendo exposto o seu trabalho em diversas exposições. O seu trabalho complementa as diferentes áreas de atuação plástica, como a fotografia, o vídeo, a sonoplastia, a instalação e o desenho. Desenvolve também projetos de cariz musical onde se destaca o projeto PHOLE. É também, fundador e diretor da Revista PARASITA (com Hugo Soares). Atualmente é também docente na área do audiovisual (área científica de Artes, Design e Humanidades) na Escola Superior de Educação do IPVC.

Membros

Carlos da Torre

Carlos da Torre

Carlos da Torre nasceu em Viana do Castelo em 1959. Concluiu o Curso de Ingresso no Ensino Superior Artístico da Cooperativa de Ensino Polivalente Artístico Árvore e frequentou o Curso Superior de Desenho da ESAP (na época “Árvore” também). Tem desenvolvido trabalho profissional predominantemente nas áreas do design de comunicação e marketing. Fez parte do grupo de 25 designers selecionados para representar Portugal na Icograda’92, um grande encontro internacional de design realizado em Glasgow. É autor da imagem gráfica de diversas empresas, produtos, instituições e eventos. Tem desenvolvido projetos artísticos com o principal foco no desenho digital. Teve a primeira oportunidade de formação em fotografia aos 16 anos, com o fotógrafo Gualberto Boa-Morte.

Edmundo Correia

Edmundo Correia

Edmundo Correia, natural de Viana do Castelo. Licenciado em Artes Plásticas pela ESMAD CR. e em Design Gráfico pelo IPCA. Frequentou o Curso Profissional no IPF - Porto, realizou o Mestrado em Design Gráfico e Projetos Editoriais, FBA pela UP; Mestrado em Ensino de Artes Visuais FBA e FPCE, pela UP e atualmente frequenta o Mestrado em Comunicação Audiovisual (Cinema Documental) ESMAD, IPP. Exerce a atividade de docente nas Áreas de Audiovisuais e Design, nos cursos Técnico de Audiovisuais, Agrupamento de Escolas de Santa Maria Maior e no CTESP e Licenciatura de Multimédia no ISCE - Douro.

Elisa Santos

Elisa Santos

Elisa Santos (n.1972, Joanesburgo, África do Sul), vive e trabalha em Viana do Castelo. Frequentou a Escola Artística de Soares dos Reis, e em 1995 concluiu a Licenciatura em Design de Comunicação e Artes Gráficas pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Atualmente desenvolve a sua atividade de docente de artes visuais no 3º ciclo e no secundário. Como professora e designer, tem sido colaboradora ativa em diversos projetos multidisciplinares e programas de criação artística e trocas culturais. Descobriu a sua paixão pela fotografia durante o percurso nas Belas Artes. Artista autodidata, usa a fotografia como forma de expressão da sua visão do mundo, para contar histórias, e explorar conexões visuais e sensoriais, num processo criativo que está em plena evolução.

Rafael Peixoto

Rafael Peixoto

Rafael Peixoto, nascido em Viana do Castelo, em junho de 1964. A fotografia teve uma presença discreta a partir de 1986, a par do trabalho de desenho de projeto de arquitectura. Em 2002, no curso de Arquitectura e Urbanismo, a fotografia ganha força na cadeira de comunicação. A lecionar no curso de fotografia do ensino secundário e profissional desde 2010 e a exercer a atividade freelancer de fotografia, muito ligada aos desportos, participa em algumas exposições coletivas de fotografia relacionadas com solidariedade social. Em 2015 é convidado a colaborar como fotógrafo de cena na rodagem do filme “Os Carboeiros”.